sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Suspeita de fraude suspende concurso para oficiais da PM-SC



O concurso da Polícia Militar de Santa Catarina foi suspenso por suspeita de fraude. A decisão foi divulgada nesta quinta-feira, 21, em Diário Oficial.

Segundo a nota, o Ministério Público do estado recomendou a suspensão por conta ser necessária a "apuração de suposta divulgação extraoficial de informações do concurso público".

Até que sejam confirmadas ou excluídas as possibilidades, a seleção continuará em suspenso.

Diversos casos de fraude no Brasil

Este não é o primeiro caso de fraude em concurso. Nesta semana, a Polícia Federal realizou uma operação contra fraudes. No Distrito Federal, por exemplo, integrantes da chamada "máfia dos concursos" foram detidos.

No Acre, o Ministério Público está de olho nos concursos da Polícia Civil e Polícia Militar (ainda em andamento), e suspendeu a atuação do Ibade enquanto este não se ajustar a um termo de conduta.

Gabaritos preliminares do concurso haviam sido divulgados

O resultado dos recursos seria publicado no dia 25 de setembro, junto com o resultado preliminar da prova escrita. Segundo o antigo cronograma, apenas em 10 de janeiro de 2018 seria publicado o resultado final do concurso.

O concurso oferta 70 vagas imediatas para oficiais, em que é necessário nível superior em Direito. Do total, 65 para os candidatos do sexo masculino e cinco para os do sexo feminino.

Osprovados deverão fazer o curso de formação, em que receberão R$4.764,24 por mês. Após o curso, serão formados em 2º tenente e terão vencimentos de R$12.882,69.







Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

No RD5 Notícias maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao Mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários: