sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Ministério Público investiga organizadora e suspende atuação do Ibade no Acre





O Ministério Público do Acre suspendeu a atuação do Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo, Ibade, em concursos públicos do estado. A decisão foi tomada após denúncias de irregularidade na contratação da instituição para os concursos da Polícia Civil e da Polícia Militar do Acre.

A investigação do MP apura a dispensa de licitação para a contratação do Ibade, assim como possíveis inconstâncias na aplicação do exame psicotécnico da PM, em que teria ocorrido divulgação antecipada do conteúdo dos testes por parte de psicólogo-fiscal do concurso.


O Ministério Público notificou a Secretaria de Gestão Administrativa (SGA) e firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para garantir que não hajam novas irregularidades nos próximos concursos. O TAC em questão impede que a SGA faça novos contratos com o Ibade enquanto a organizadora não regularizar suas pendências, e prevê multa caso a Secretaria de Gestão Administrativa descumpra o acordo. As denúncias e o TAC foram publicados no Diário Oficial Eletrônico do Ministério Público do Acre da terça-feira, 19.

Atestados falsos


A SGA também responde ao Ministério Público sobre o processo seletivo simplificado que serviu para a contratação temporária de profissionais de segurança penitenciária, o IAPEN. Nele, a suspeita é de que vários candidatos teriam apresentado certificado de cursos da área de segurança falsos.

Em conversa, a assessoria da 1ª Promotoria de Patrimônio Público do MP informou que a Ibade não pode fazer novos contratos com Secretaria de Gestão Administrativa do Acre enquanto não se desvincular da equipe técnica da Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab), que também está sob investigação. Foi da Funcab a equipe utilizada pelo Ibade na realização de seus concursos, e que é investigada por ter recebido atestados de capacidade técnica de origem fraudulenta em uma das seleções.

Segundo informações do Ibade, o setor jurídico da empresa ainda não foi notificado. "Só poderemos nos manifestar publicamente após nosso setor jurídico tomar conhecimento sobre essa investigação do MP", explicou um funcionário de comunicação interna da empresa.

Investigação pode afetar concursos da PM e PC 2017 do Acre


Os concursos das Polícias Civil e Militar do estado, por enquanto, estão mantidos, mesmo tendo sido organizados pela Ibade. No entanto, conforme informou a assessoria da 1ª Promotoria de Patrimônio Público do MP, esses concursos ainda estão sendo investigados e ainda não há uma resposta definitiva sobre sua validade.

Atualmente o concurso da PM-AC se encontra na fase de convocação para exame médico e toxicológico. Já a PC-AC está na fase de convocação para aprova de aptidão física.

PF realiza operação contra fraudes em concursos


Não é só no Acre que o Ministério Público está de olho nos concursos públicos. Em São Paulo, e em Alagoas, a Polícia Federal deflagrou a operação Afronta II para desmantelar quadrilha especializada em fraudar concursos públicos. A operação teve início na segunda-feira, 18, e mandados de prisão já foram cumpridos.





Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

No RD5 Notícias maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao Mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários: