segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Concurso Banco do Brasil 2017/2018: sindicalistas cobram edital para seleção ainda este ano




No próximo dia 26, o Banco do Brasil (BB) completará incríveis dois anos sem concurso público válido em seis estados. A marca negativa é a maior da história do BB, que nunca ficou tanto tempo sem cadastro de reserva válido. E a opção de não realizar o concurso Banco do Brasil, consequência da crise financeira do país, gera impactos no atendimento aos clientes.

Os estados sem concurso válido durante esse tempo são Rio de Janeiro, Minas Gerais (cidades do interior), Amazonas, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Em outros oito, além do Distrito Federal, o banco está sem contratar há um ano e quatro meses. São eles Alagoas, Bahia, Goiás, Minas Gerais (capital), Mato Grosso do Sul, Pará, São Paulo e Tocantins.

A decisão de não realizar concurso gerou ao banco grave déficit de pessoal. Hoje, segundo dados do Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região, faltam mais de 6 mil funcionários em todo o país, já que, de 106.659 necessários, há pouco mais de 100 mil na ativa. Os sindicalistas, portanto, enxergam grande necessidade de concurso.

Um deles é o coordenador da Comissão dos Funcionários do BB, Wagner do Nascimento, também diretor da Contraf-CUT. "Hoje há uma grande necessidade de realização de concursos no Brasil inteiro para que haja quadro disponível para convocação e reposição de funcionários. Com o fechamento de mais de 700 agências no ano passado, muitas regiões ficaram desassistidas e o fluxo de clientes aumentou muito em várias localidades, sobrecarregando as agências. O banco precisa contratar. Não pode um banco do próprio governo contribuir com o desemprego", alertou.


Diretor da Contraf-CUT, Wagner Nascimento cobra concurso Banco do Brasil. Foto: Divulgação

"Há grande necessidade de concursos", diz


Além da sobrecarga de trabalho aos funcionários, as necessidades de pessoal deram ao BB o título de líder de reclamações no primeiro trimestre deste ano. Uma das prioridades da categoria hoje, portanto, é convencer o banco a realizar imediatamente um novo concurso, para reduzir esse déficit.

"A Contraf-CUT e os sindicatos reivindicam realização de concursos urgentemente para repor o quadro das agências. Não há um número mágico sobre o tamanho do déficit de pessoas, mas sabendo que reduziu 15 mil em dois anos e não repôs nenhum, já temos ideia do que precisamos para normalizar o atendimento", enfatizou.

Os sindicalistas também cobram contratações de concursos válidos. O de 2015, para estados do Nordeste, não teve nenhum aprovado convocado.

Necessidades nas capitais e interior

Segundo Wagner Nascimento, as necessidades de pessoal são enxergadas em agências das capitais e do interior, tendo as cidades menores as mais carências.

"No geral, todos os locais estão prejudicados, mas as regiões periféricas aos grandes centros e cidades menores têm sofrido mais. Hoje há centenas de locais de atendimento com no máximo três funcionários, sendo vários Postos de Atendimento com apenas uma pessoa", detalhou, afirmando que os sindicatos não vão concordar com a política de desmonte do BB.

"O banco nos últimos dois anos fez dois planos de aposentadoria incentivada. Foram 5 mil que saíram em 2015 e 9.400 em 2016. Nenhum posto de trabalho foi reposto. Isto significa que o BB tem reduzido o número de funcionários onde ele mais precisa, que são nas agências. Não podemos concordar com a política de desmonte do BB. O banco público sempre foi importante para o desenvolvimento do Brasil e seu fortalecimento passa pela sua estrutura de pessoal. Vamos sempre defender um Banco do Brasil mais forte e mais útil ao país. Defender o Banco do Brasil é também defender o Brasil."

Interessados devem continuar estudando, alerta especialista


Diante das incertezas sobre o concurso Banco do Brasil, como os interessados na seleção devem reagir? É para continuar estudando? Na visão do especialista em concursos Carlos Eduardo Guerra, sim, porque o concurso é inevitável e irá acontecer.

"Um fato é que esse concurso acontecerá. E é isso o que os interessados devem ter em mente. O Banco do Brasil está em reformulação, mas uma hora vai ter que realizar o concurso. Se não realizá-lo fechará as portas, e isso não vai acontecer. Privatizá-lo não é tão simples e o próprio diretor do banco já disse que isso não vai acontecer. Por essa razão os interessados devem estudar. E quanto mais antecedência melhor, pois sairá na frente quando o concurso for aberto", comentou o professor do Concurso Virtual.

Mas como estudar para o Banco do Brasil nesse cenário de incertezas? Segundo Carlos Eduardo Guerra, a orientação é tentar esgotar todos os conteúdos do concurso passado. "Não dá para fazer um planejamento de estudos prevendo a data de prova. Mas é possível desde já estudar os conteúdos. Lembrando que aqueles que se preparam para seleções do Banco do Brasil estão bem preparados para outras seleções também", orientou.

Concursos ainda sem previsão, diz diretor do BB


Em recente entrevista, o diretor de Gestão de Pessoas do Banco do Brasil, Caetano Minchillo, disse que, por enquanto, ainda não há previsão para a retomada dos concursos. Segundo ele, o quadro de funcionários do BB está adequado às atuais necessidades do banco, que vem investindo em uma política de trabalho digital, abrindo escritórios virtuais.

Embora o BB tenha realizado um plano de aposentadoria voluntária no final do ano passado, cuja a adesão foi de 9.400 pessoas, ele destacou que a instituição teve que fazer a realocação de 9.300 funcionários que trabalhavam em agências físicas que foram fechadas nos últimos dois anos.

"Se olharmos o banco como um todo, nós não identificamos nenhuma necessidade de funcionários neste momento. Hoje a gente consegue, através da reestruturação interna e da readequação das pessoas dentro do banco, suprir essa necessidade", disse Caetano Minchillo, em recente entrevista.

Entretanto, o presidente do Banco do Brasil, Paulo Rogério Caffarelli, já admitiu que "os concursos terão que ser realizados futuramente". Tal declaração é que deve motivar os interessados em ingressar no BB a estudarem. Quer estudar para o concurso Banco do Brasil, mas não sabe como? Aprenda a estudar para concurso público!

Confira ainda artigos especiais sobre "5 aspectos que atrapalham seu estudo" e os "7 segredos dos aprovados em concursos públicos". Para ficar fera na redação, presente na estrutura do concurso do banco, confira o "Manual de sobrevivência para a Hora da Redação".



Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

No RD5 Notícias maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao Mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários: