quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

TRT-RJ: concurso entra na agenda do novo presidente




O Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ) poderá abrir novo concurso 2017 para a área de apoio em breve. Após tomar posse no último dia 27, o novo presidente do TRT-RJ, desembargador Fernando Antonio Zorzenon, informou que já solicitou um levantamento do atual quadro de servidores. Caso fique comprovado que há necessidade de pessoal, ele deverá abrir uma nova seleção para a área de apoio. 
“Se constatar que hoje temos número insuficiente de servidores, acredito que realize um novo concurso público”, afirmou o presidente do TRT-RJ, que manifestou o desejo de abrir um concurso para técnico e analista em sua gestão, que vai até o final de 2019.
O presidente prometeu se esforçar para tornar o concurso viável. Além de mapear carências, o desembargador Zorzenon precisará convencer o Conselho Superior de Justiça do Trabalho (CSJT), que rege os TRTs de todo o país, a revogar uma recomendação de abril do ano passado. Nela, o CSJT orienta que os tribunais não admitam servidores, exceto em casos de exonerações ou falecimentos sem pensão.
Desde que assumiu o cargo, no último dia 27, o desembargador e outros presidentes de tribunais vêm tentando convencer o CSJT sobre a necessidade de revogar a medida, e confia que isso venha a acontecer: “Esperamos que isso aconteça o mais rápido possível”, enfatizou Fernando Antonio Zorzenon. 
Pergunta - O senhor acabou de assumir a presidência do órgão. Como recebe o TRT, e quais os principais desafios da sua gestão?
Desembargador Fernando Antonio Zorzenon - Entre as prioridades da minha gestão estão a eliminação de aluguéis, porque gastamos muito com imóveis, priorização de juízes de 1º grau e lotação de servidores em número suficiente, para que as varas possam funcionar. Queremos também melhorias no sistema de informática das varas e, claro, do PJE (Processo Judicial Eletrônico).
No discurso de posse, o senhor comentou o desejo de colocar em prática projetos de fortalecimento da Justiça do Trabalho, como a criação de novas varas trabalhistas. Isso, de fato, está em pauta? Já tramita no Congresso projeto para criação de novas varas ou pretende solicitá-las ao TST? Quantas varas inicialmente pretende criar? Para quais localidades?
Tramita no Congresso o Projeto de Lei 1.400/2015, que busca a criação de 19 varas, sendo sete na cidade do Rio de Janeiro, quatro em Duque de Caxias e duas em Campos dos Goytacazes, além de uma em Angra dos Reis, Barra do Piraí, Cabo Frio, Itaperuna, Magé e Petrópolis. 
presidente do TRT fernando antonio zorzenon

 

“Se constatar que hoje temos número insuficiente de servidores, acredito que realize um novo concurso público. Mas temos que fechar esse levantamento de dados”

Desembargador Fernando Antonio Zorzenon

Por que a necessidade de mais varas trabalhistas?
Por conta do alto número de processos que temos. Na realidade, o ideal é que em uma vara não haja mais de 1.500 processos, e estamos excedendo muito isso. Há, portanto, necessidade de criação de novas varas, até para agilizar os processos. 

Perspectiva é de criação de vagas no TRT-RJ

É necessário cadastrar seu e-mail abaixo para visualizar os arquivos e ter acesso completo ao conteúdo!

Cadastre eu e-mail para receber, atualizações, visualizar os arquivos e ter acesso completo ao conteúdo! 




Serviço:


Lista de Aprovados – Aqui
Gabarito do Concurso Aqui
Resultado Divulgado – Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

No RD5 Notícias maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao Mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários: