terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Sindicato da CVM: concurso é inevitável



Em face a alta carência de servidores na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o presidente da autarquia, Leonardo Pereira, declarou que pretende abrir concurso para os cargos de agente executivo (nível médio), inspetor e analista (superior), que garantem remunerações iniciais de R$5.634,43 e R$16.933,64, respectivamente. Dessa forma, espera-se que nas próximas semanas seja encaminhada uma solicitação ao Ministério do Planejamento, órgão responsável pela autorização dos concursos.

Para Florisvaldo Justino, presidente do Sindicato dos Servidores da CVM (SindCVM), a não aprovação não é mais uma opção cabível. "Nos últimos anos, o Ministério do Planejamento vem sumariamente negando todos os pedidos de concurso encaminhados pela CVM. Agora, a aprovação do pedido de concurso não é mais questão de escolha, já deixou de ser alternativa há muito tempo, já passou dessa fase. Não é mais uma opção."

"Diminuição de servidores atípica neste ano de 2017."


Outro fator alarmante diz respeito à expectativa do número de servidores que se aposentarão este ano. Segundo Florisvaldo Justino, em razão da reforma na aposentadoria, muitos servidores que já reúnem condições necessárias estão querendo se aposentar. "Com a tramitação da proposta de reforma na previdência, temos visto uma onda no sentido de antecipar a aposentadoria. E isso, seguramente, vai provocar uma diminuição de servidores atípica neste ano de 2017."

Embora o quantitativo de vagas e as localidades ainda não tenham sido definidas, há grandes chances de que o pedido que será encaminhado em breve ao Ministério do Planejamento ocorra nos mesmos moldes do anterior, de 2016, com 40 vagas para agente executivo, 20 para inspetor e 20 para analista. Tradicionalmente, o Rio de Janeiro, por ser o estado onde se encontra a sede da CVM, recebe mais de 80% do quantitativo de vagas.

Veja como foi a última prova

A estrutura do concurso para a CVM tende a ser mantida: provas objetivas e discursivas, exigindo um alto nível de preparo. No exame anterior, realizado em 2010 pela Esaf, foram verificados conhecimentos de Língua Portuguesa, Estrutura do Mercado de Valores Mobiliários, Conhecimentos Contemporâneos, Conhecimentos Básicos de Administração e Administração Pública. Com 90 questões objetivas e mais uma redação, os candidatos precisaram acertar, no mínimo, 36 questões.

É necessário cadastrar seu e-mail abaixo para visualizar os arquivos e ter acesso completo ao conteúdo!

Cadastre eu e-mail para receber, atualizações, visualizar os arquivos e ter acesso completo ao conteúdo! 




Serviço:


Curso Grátis – Aqui
Apostila Grátis em PDF Aqui
Video Aulas Grátis – Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

No RD5 Notícias maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao Mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários: